Blog

O que é User Experience Design?

Conheça a tendência que valoriza o usuário   
190521_template_linkedin-infographya.png

A experiência do usuário não é uma área nova. Desde a Segunda Guerra Mundial, muitos materiais já eram produzidos pensando na experiência de quem iria utilizá-los. Com o passar dos anos, a experiência do usuário passou a ser, também, a envolver a estratégia de usabilidade. Assim, essa área ganhou grande notoriedade nas empresas.

O UX é tudo aquilo que um usuário sente ao utilizar um produto ou serviço, seja ele digital ou físico. Quando você utiliza o seu smartphone, por exemplo, para acessar um conteúdo específico, publicado por amigos, a experiência será construída a partir do seu conhecimento, da sua bagagem, do ambiente onde está e até daquilo que te forma como pessoa. Ou seja, nenhum produto ou serviço é capaz de provocar uma experiência específica, mas pode, sim, conduzi-la colocando-se, por exemplo, no lugar do usuário.

A User Experience Design, também conhecida como UX (experiência do usuário, em português) trata-se do conjunto de elementos e relacionados à interação do usuário com um determinado produto, sistema ou serviço cujo resultado gera uma percepção positiva ou negativa. O termo foi usado por Donald Norma, professor emérito de ciência cognitiva na Universidade da Califórnia em San Diego, na década de 1990, e, hoje, representa uma das maiores tendências da comunicação.

A UX Design sempre existirá. É necessário um profissional que saiba responsável, então, por garantir que o design projetado atenda às necessidades dos usuários, garantindo sua satisfação ao interagir com a empresa, plataformas ou marcas.

 

Demétrius BrasilO que é User Experience Design?
leia mais

Site adaptado para dispositivos móveis

Qual é a importância do conteúdo responsivo?

190514_template-infographya.png

Os recentes dispositivos móveis são as mais novas tendências. Por meio da performance dos hardwares e dos softwares (aplicativos) embutidos neles, podemos fazer inúmeros serviços. Pagar contas, tirar fotos, gravar vídeos e editá-los, conversar com as pessoas por ligação de vídeo, entre outros. Essa revolução digital nos leva a crer que, hoje, aparelhos celulares são imprescindíveis para a sobrevivência de outras tecnologias e estão atrelados ao nosso cotidiano.

 

A tecnologia digital entrou em nosso dia a dia por meio do computador pessoal, depois da internet e, agora, a última grande revolução aconteceu com o avanço das tecnologias para dispositivos móveis (tablets e smartphones).    Muitos dos conteúdos atuais já estão depositados em dispositivos móveis. Só que o grande problema é: quando adaptadas somente a esses, não ficam disponíveis no computador de forma eficiente.

 

O motivo é que, muitas vezes, o computador virou depósito de arquivos mortos, então a maioria dos profissionais buscaram escolher um tipo de adaptação e esquecem que o design responsivo no site faria toda a diferença. O site mobile é próprio para dispositivos móveis, adaptando-se a eles, independentemente do tamanho da tela.

 

Quando um conteúdo está adaptado para diferentes acessos, o usuário pode visualizar o conteúdo sem dificuldades, por um desktop ou por aplicativos e navegadores em smartphones. Essas opções servem tanto para quem gosta de mexer na web sem acumular espaço na memória do dispositivo, quanto para aqueles que leem pelo celular, recebendo notificações por push. 

 

No entanto, não podemos esquecer que há diferença entre o site mobile e o responsivo, embora ambos sejam adaptados para dispositivos móveis. Com o site responsivo não há a necessidade de criar várias versões de um site, pois ele se adapta automaticamente a qualquer tela, é exibido tanto nos dispositivos maiores, como nos tablets e smartphones. Já o site mobile é uma nova versão no comum. Cabe à empresa decidir qual é o melhor modelo para seu negócio.

Demétrius BrasilSite adaptado para dispositivos móveis
leia mais

Como incluir a Omnichannel na sua comunicação?

Conheça a tendência e aplique em sua empresa

190430_linkedin-infographya.png

Omnichannel é uma tendência do varejo baseada na convergência dos canais utilizados por uma empresa. Resumindo, trata-se da possibilidade de fazer com que o consumidor não veja diferença entre o on e o off-line. Integrar as áreas da empresa é o pontapé inicial para que essa forma de comunicação comece.

É importante ressaltar que a Omnichannel se difere de Crosschannel, na qual não existe competição entre os canais, uma vez que eles passam a se complementar, e de Multichannel, que possui uma competição entre os canais de compra (sem troca de informações entre eles). Na Omini um canal auxilia o outro a oferecer uma experiência de compra cada vez melhor e aproximar relações online e offline.

A partir da Omnichannel o seu negócio tem mais chance de melhorar os serviços oferecidos, as vendas e o processo de fidelização dos clientes. Assim, consequentemente, a imagem da sua empresa é melhorada. No entanto, é necessário conhecer muito bem a sua empresa. Para estabelecer uma boa relação com o cliente, o negócio precisa estar alinhado internamente, integrando lojas físicas, virtuais e compradores.

Além disso, essa técnica tem como premissa o foco total em quem compra, permitindo que os gostos deles sejam amplamente explorados. A tecnologia é importantíssima para que a técnica seja aplicada de modo amplo e funcional.

Demétrius BrasilComo incluir a Omnichannel na sua comunicação?
leia mais

O que é BYOD?

Conheça o Bring Your Own Device e saiba como aplica-lo

190423_template-infographya.png 

Basicamente, o conceito do Bring Your Own Device (ou “traga seu próprio aparelho”, traduzido para português) surgiu no fim da primeira década do século XXI. Cada vez mais usado pelas empresas em todo o mundo, trata-se da estratégia de gestão de TI nas empresas, segundo a qual gestores deixam funcionários à vontade para trabalhar com os dispositivos que mais os agradam no cotidiano profissional. Por exemplo, se um colaborador prefere usar tablet e não computador, a empresa não delimita e permite que haja essa troca.

Graças à grande tendência de home office, o BYOD ganhou força. O monitoramento das redes ganha, consequentemente, um espaço essencial para garantir o desempenho e a segurança, tanto dos dados quanto dos próprios equipamentos.

Em suma, o Bring Your Own Device representa menos controle sobre dispositivos como smartphones e tablets no ambiente de trabalho, o que pode aumentar a produtividade. É importante ressaltar que os gastos das trocas e das atualizações dos equipamentos são diminuídos, uma vez que isso fica sob responsabilidade informal do próprio colaborador.

Demétrius BrasilO que é BYOD?
leia mais

Características do Business Intelligence

LINKEDIN-template-infographya.png

Inteligência de negócios (conhecida como Business Intelligence, em inglês) refere-se ao processo de coleta, organização, análise, compartilhamento e monitoramento de informações que oferecem suporte à gestão de negócios.

Os sistemas de Business Intelligence atuais têm como características a extração e integração de dados de múltiplas fontes. Para que haja resultado, usa-se a experiência por meio de dados contextualizados, procurando relações de causa e efeito e transformando os registros obtidos em informação útil para o conhecimento empresarial.

Para um bom BI é necessário alinhar três pilares: a coleta de dados, a organização e a análise e a ação e o monitoramento. Um dos principais objetivos do BI a tomar as decisões inteligentes, mediante dados e informações recolhidas pelos diversos sistemas de informação.

É importante ressaltar que Business Intelligence abriga outros termos de inteligência como Competitive Intelligence (Inteligência Competitiva), Market Intelligence (Inteligência de Mercado), Customer Intelligence (Inteligência de Clientes), Sales Intelligence (Inteligência de Vendas), entre outros.

Tem alguma dúvida? Entre em contato conosco pelo site: https://infographya.com.br

Demétrius BrasilCaracterísticas do Business Intelligence
leia mais

Características do Vídeo Marketing

Empresas que queiram destacar-se no seu segmento de atuação precisam estar abertas às novas formas de comunicação. Isso porque as diversas transformações na comunicação aliadas aos avanços tecnológicos transformam a forma como o conteúdo é produzido e consumido. Nesse sentido, a produção de vídeos é uma maneira extremamente eficiente de comunicação com os seus clientes e prospects.

A utilização de vídeos é uma das principais tendências de comunicação. Atualmente, mais de 60% de todo o tráfego da internet é direcionado para vídeo, e a previsão da empresa de soluções tecnológicas Cisco é de que até 2020 aumente para mais de 80%, gerando maior engajamento entre os seguidores de uma rede social ou mailing de e-mail, desde que sejam desenvolvidos por meio de uma estrutura que atraia o público e conte histórias, antes de falar comercialmente sobre o produto ou serviço apresentado.

Confira uma lista com os principais motivos para investir em vídeos na comunicação do seu cartório:

Agrega valor à marca

Os vídeos são formatados para que o telespectador tenha acesso a toda a informação que está sendo transmitida, com inclusão de filmagens e fotos que apresentem detalhes de cada tema. Com esta estratégia, o conteúdo fica mais completo e relevante.

Demonstra credibilidade

Os vídeos também ajudam a agregar valor aos produtos e serviços apresentados, afinal, as pessoas tendem a acreditar no que está sendo falado em vídeos, pois imagens e narrações aparentam mais realidade.

Conteúdo de fácil acesso

O formato tende a ser mais atrativo, independentemente do tema abordado. É mais fácil explicar uma informação que precisa ser dada por meio de vídeos explicativos. Além disso, torna-se uma modalidade de aprendizado mais rápida.

Engajamento nas redes sociais

Os vídeos compartilhados no Facebook aparecem cada vez mais no feed dos usuários porque possuem prioridade sobre os outros tipos de postagens. Assim, impulsionar uma publicação desse tipo costuma ser mais barato, com uma média de custo por clique, além de ser uma oportunidade para aumentar o alcance das publicações da página.

Diferencial

Independentemente do assunto desenvolvido, o conteúdo já será um diferencial, considerando que os concorrentes diretos não compartilham um formato atrativo como esse, facilitando a atração do público-alvo e a interação entre os usuários.

Demétrius BrasilCaracterísticas do Vídeo Marketing
leia mais

O segredo da Infographya para a comunicação de Cartórios

A Infographya é uma agência especializada na comunicação corporativa de resultados, com expertise no segmento extrajudicial e atuação com profissionais com mais de 15 anos de experiência no segmento. Neste cenário, o papel da Infographya é transformar a comunicação do seu cartório com a evolução digital.

A evolução tecnológica se faz cada vez mais essencial num ambiente que exige transformações quase que diárias. Assim, é importante ter em mente as necessidades que o ambiente extrajudicial exige, como esclarecer dúvidas do cidadão sobre os serviços, desburocratizar as atividades dos cartórios e oferecer informações que auxiliem os cidadãos a identificar a necessidade de cada ato.

Neste sentido, o marketing digital surge como uma alternativa para os cartórios que visam se comunicar com os cidadãos, ampliar relacionamentos e desenvolver uma identidade visual para a marca. Confira os canais de comunicação em que seu cartório precisa estar presente:

Site

Criar um site é essencial para que o cartório ganhe mais visibilidade na internet e, por consequência, atinja um número maior de cidadãos que precisam realizar os serviços oferecidos. Aproveite a página para esclarecer dúvidas comuns de seus clientes, detalhar os atos realizados pelo seu cartório e se colocar à disposição para ouvir novas perguntas que possam surgir.

Redes Sociais

As redes sociais se destacam por serem acessadas por um grande número de pessoas todos os dias, assim se consolidam como um meio de apresentar o cartório ao cidadão, se destacar como uma autoridade no assunto e disponibilizar um canal de atendimento capaz de construir um relacionamento com o cliente. Este canal é utilizado como um veículo de atração, ou seja, é pelas redes sociais que você vai se fazer conhecido pelo público e atraí-lo para o seu cartório.

E-mail marketing

O e-mail marketing se caracteriza como uma das estratégias mais assertivas no ambiente digital. Isso porque é possível entregar a mensagem certa para as pessoas certas e na hora certa. O canal viabiliza a comunicação entre o cartório e o cidadão por meio de divulgação de conteúdos mais relevantes, envio de notícias sobre o setor e resumo das principais ações de determinado período.

WhatsApp Business

O WhatsApp hoje é provavelmente o principal meio de comunicação utilizado. A plataforma desenvolveu a modalidade Business voltada para o contato entre cliente e organização. O cartório pode usar a ferramenta para o envio de áudios, fotos, vídeos, a realização de ligações gratuitas e o atendimento rápido e personalizado ao cidadão.

Assessoria de Imprensa

A Assessoria de Imprensa posiciona o cartório como uma autoridade no assunto perante a imprensa. Este trabalho conecta determinado fato ou situação com os veículos da mídia, contribuindo para a divulgação orgânica do cartório para o cidadão, por meio da divulgação de notícias.

Demétrius BrasilO segredo da Infographya para a comunicação de Cartórios
leia mais

Características da Cloud Computing

A Cloud Computing caracteriza-se pela utilização da memória e da capacidade de armazenamento e cálculo de computadores e servidores hospedados em Datacenter e interligados por meio da Internet, seguindo o princípio da computação em rede.

Esta ferramenta é utilizada para ajudar pequenas e médias empresas com soluções para se adaptar e escalar mudanças no tipo e na carga de trabalho das equipes cadastradas. Assim, esta tecnologia possibilita o fornecimento e o provisionamento para garantir que o fornecimento de recursos esteja alinhado com a demanda da empresa.

Conheça as principais características dos serviços de Cloud Computing:

Auto-atendimento sob demanda

Os serviços do consumidor podem ser utilizados para aumentar ou diminuir as capacidades computacionais alocadas, relacionados ao tempo de servidor, armazenamento de rede e provisão de recursos para os colaboradores, sem interação humana.

Amplo acesso à rede

Os serviços da nuvem podem ser acessados de qualquer plataforma, visto que mecanismos padrões são utilizados para promover o uso de plataformas heterogêneas. Assim o cliente pode acessar tanto de seu celular quanto de seu PC ou qualquer outro dispositivo, viabilizando agilidade no processo.

Recursos abrangentes

Os recursos virtuais são atribuídos ou retribuídos pelo cliente de acordo com a sua demanda. Estes englobam o armazenamento, processamento, memória, banda e máquinas virtuais, incluindo nuvens privadas que reúnem os recursos entre diferentes colaboradores da organização.

A contratação do serviço de Cloud Computing contribui para que a empresa possa contar com diversos serviços de Tecnologia da Informação por um único valor, possibilitando gerar mais leads, conquistar novos clientes, delegar tarefas, eliminar planilhas, personalizar processos e ter o controle total de suas finanças.

Demétrius BrasilCaracterísticas da Cloud Computing
leia mais

Importância das Palavras-Chave

As palavras-chave configuram-se como as palavras ou termos que resumem as principais informações apresentadas em um texto. Elas compõem um conjunto de estratégias de SEO desenvolvidas para melhorar os resultados de pesquisa nos mecanismos de busca.

O desenvolvimento desta estratégia é fundamental para possibilitar que o seu público-alvo seja direcionado para o blog, torne-se um lead e, consequentemente, um cliente. Dessa forma, quando uma pessoa estiver procurando por um produto ou serviço que você oferece, os buscadores sabem que o seu site ou blog vai ser exibido nos resultados das pesquisas.

Para que a metodologia funcione, é necessário incluir as palavras-chave estrategicamente no texto, de forma natural e harmônica. A variação dos termos ao longo do texto também influencia positivamente nas pesquisas, possibilitando que um tema não tratado com muitos detalhes também direcione para o conteúdo.

Além disso, as palavras-chave devem ser incluídas de forma similar à forma em que o usuário costuma procurar em sites de busca, como o Google, por exemplo.

Para definir as melhores palavras-chave de acordo com as pesquisas dos usuários sobre o produto ou serviço, é possível utilizar algumas ferramentas, como o Google Keyword Planner, planejador de palavras-chave do Google, ideal para campanhas de links patrocinados, e o Semrush, que oferece dados precisos sobre o tráfego de palavras-chave, entre outras funções.

Demétrius BrasilImportância das Palavras-Chave
leia mais

Características da Mídia Programática

A Mídia Programática revolucionou o mercado publicitário ao possibilitar um novo processo de compra de mídia. Esta modalidade se caracteriza como um processo de compra de anúncios realizado via plataformas, em um leilão em tempo real, sem negociação com os proprietários dos sites.

O procedimento é realizado a partir da definição da segmentação do público-alvo de interesse do anunciante, seguido pelo upload das peças e pelo lance no leilão de compra de espaços. A partir disso, a própria ferramenta torna-se responsável pela inclusão do anúncio nos veículos que estiverem de acordo com o target.

A atual configuração automatizou o processo de compra de anúncios online possibilitando que em apenas uma operação o anúncio seja exibido em vários sites. Além disso, contribui com as estratégias de marketing digital ao possibilitar segmentações que permitem que a mensagem seja direcionada para o público-alvo que a campanha visa atingir.

Confira os primeiros passos para incluir a Mídia Programática na sua comunicação digital:

– Crie sua estratégia

É fundamental determinar quais sites possuem relação com o conteúdo que será divulgado, bem como a relevância dos veículos para o anunciante. Além disso, é necessário determinar as características demográficas, interesses e intenção de compra dos usuários para configurar a segmentação do anúncio. Com isso em mãos e com a campanha ativa também é recomendado instalar tags no site da empresa que permitem mapear os usuários que acessam e impactá-los posteriormente enquanto eles navegam na internet.

– Planeje a campanha

Para criar uma campanha alguns fatores devem ser analisados com atenção. São eles o objetivo da campanha, o público-alvo, o conceito de criação apresentado e o desenvolvimento de uma Landing Page com formulário para que os usuários impactados possam incluir seus dados pessoais e serem contatados futuramente.

– Escolha uma plataforma

A veiculação da campanha precisa ser feita através de uma Data Management Platforms (DSP). Assim, o anunciante pode escolher uma trading desk (empresa especializada em mídia programática que prestam o serviço de configuração da campanha) para rodar sua campanha ou fechar um contrato com uma DSP.

Utilizar a mídia programática traz às marcas diversos benefícios, como a grande capacidade de personalização de anúncio, maior facilidade de negociação de inventários e entrega de conteúdo segmentado de acordo com as preferências e necessidades de cada usuário.

Demétrius BrasilCaracterísticas da Mídia Programática
leia mais