Conteúdo Viral: o que é e quais são os exemplos

Conteúdo Viral: o que é e quais são os exemplos

Você com certeza já se deparou com algum exemplo de marketing viral e talvez nem se deu conta do que era isso.

O marketing viral é uma estratégia de marketing que tem como objetivo atrair e encorajar pessoas a compartilharem aquela campanha e assim gerar um conteúdo viral que criará um “buzz” para a marca.

Uma das grandes pioneiras nessa área é o Hotmail, que teve muito sucesso em colocar uma pequena mensagem no rodapé de cada e-mail enviado. A mensagem era: Hotmail: Powerful Free email with security by Microsoft. Get it now. Traduzindo ficaria: O poderoso e-mail grátis com a segurança da Microsoft. Tenha um agora mesmo! Como essa mensagem era passada para frente em todos os e-mails, cada pessoa que recebia e começava a usar o Hotmail como e-mail pessoal, compartilhava com ainda mais pessoas essa mensagem e assim se repetia sempre. Com o passar do tempo, o marketing viral precisa de mais conteúdo do que uma simples mensagem no rodapé, foi necessário criar coisas diferentes e com apelo ao lado cômico e emocional para que as pessoas se identificassem e compartilhassem aquela campanha.

É comum ouvir falar sobre o buzz marketing quando falamos de marketing viral. Mas não se engane, eles não são iguais e o que os diferencia são estratégias.

Criar um burburinho (buzz), animação com a campanha de um produto ou de um serviço nas pessoas e as fazerem falar sobre isso é o objetivo do buzz marketing. E a grande diferença entre ele e o marketing viral é a mensagem transmitida no conteúdo.

Geralmente, no marketing viral, preocupa-se em contar uma história e passar uma mensagem com algum significado para o público. Já o buzz marketing se preocupa em chamar a atenção e criar uma alvoroça em cima do conteúdo, sem ligar muito para uma mensagem específica.

Como criar um conteúdo viral?

Existem alguns pontos que podem te ajudar na criação desse conteúdo, já que será focado em potencializar as chances de compartilhamentos nas redes sociais, assim criando um maior tráfego viral.
Mas lembre-se de que ao mesmo tempo que existem diversos benefícios nessa estratégia, pode ser um grande risco, como jogar na loteria, já que esse conteúdo pode viralizar por motivos indesejados (como interpretações diferentes da que você planejou). Para que isso não aconteça, é preciso se atentar a alguns fatores que podem diminuir esse risco e aumentar as chances de sucesso da sua campanha.

  1. Cause identificação

Quando você compartilha algo é porque se identificou com o conteúdo da publicação. Por isso, para criar uma campanha de marketing viral de sucesso é necessário pensar que o público precisa se identificar com aquilo.

Sendo assim, encontre pontos em comum com seu público-alvo, assim suas chances de engajamento serão muito maiores.

  1. Crie gatilhos mentais

Os gatilhos mentais são expressões que possuem efeito sobre o público, acionando uma chavinha que faz com que eles cumpram alguma ação.

Desse modo, utilize os gatilhos mentais que façam sentido com a sua campanha e que envolvam o lado emocional do seu público, direcionando-os para alguma ação.

  1. Faça algo diferente e relevante

Quando falamos de conteúdos virais, é preciso pensar em abordar temas relevantes para a sociedade, que farão com que as pessoas queiram compartilhar aquela publicação. Pense em conteúdos diferentes dos que sempre são feitos e inclua assuntos que são importantes, que irão resolver ou apontar problemas sociais ou temas que o público tende a falar mais.

  1. Apele para o lado emocional

Na maioria das vezes, as pessoas têm uma tendência maior de compartilhar conteúdos que conversam com seu lado emocional. Por isso, na hora que criar sua campanha, pense em como aquele conteúdo vai mexer com as emoções do seu público.

Tenha em mente alguns pontos-chave que podem ajudar nessa hora, como o humor, o mistério, o deslumbramento, a beleza ou a comoção.

  1. Faça um storytelling

Geralmente, os conteúdos mais compartilhados são aqueles que possuem uma narrativa ou contem uma história. Dessa forma, crie uma narrativa para o seu conteúdo. Isso fará com que as pessoas prestem mais atenção, se envolvam mais e você terá mais chances de ter seu conteúdo viralizado nas web.

  1. Efeito chiclete

Um exemplo perfeito para esse tópico é a música dos “pôneis malditos” da propaganda da Nissan. Essa música ficou na cabeça de muitos por muito tempo e, por isso, se tornou um conteúdo viral e compartilhado por muitos nas redes sociais.

Investir nessa estratégia pode ser essencial, já que dessa forma se torna muito mais fácil conseguir o engajamento do público.

Exemplos

Agora que você já entendeu o que é e como pensar em conteúdos que tenham mais chances de viralizar, vamos aos exemplos de alguns casos que deram muito certo usando essas estratégias

Ice Bucket Challenge
O Ice Bucket Challenge foi uma campanha promovida pela ALS Association para conscientizar as pessoas sobre a esclerose lateral amiotrófica, uma doença sem cura. O jogador de beisebol Pete Frates, que é portador da doença, fez um video desafiando os amigos: ou um banho com balde de gelo ou fazer uma doação para a ALS Association. E assim começou a viralização, já que quem topasse o desafio deveria desafiar mais 3 pessoas e, assim, sucessivamente.

 

Dove, Beauty Sketches
A Dove já é conhecida no mundo inteiro por criar conteúdos virais capazes de emocionar até quem não é consumidor da marca.

O vídeo “Dove, Beauty Sketches” é o que possui mais visualizações no canal oficial da Dove US, com mais de 69 milhões de views. O objetivo da campanha é de expor a pressão da sociedade em cima de padrões de beleza e a dificuldade para atingi-los, já que passam por cima da beleza real de cada um.

 

Bebê – Sem Papel
O Itáu transformou o bebê Micah, rasgando papel e rindo em protagonista do comercial deles. A empresa utilizou o vídeo original do bebê, mudou a cor de sua roupa para laranja e assim criaram a campanha sustentável “Sem Papel”.

O objetivo da campanha era incentivar que seus clientes cancelassem o recebimento de faturas por correios. Sendo assim consumiram menos papel.

Conclusão

Fazer uma campanha de marketing viral pode trazer muitos benefícios para sua empresa, como nova audiência e novos clientes, além de aumentar a visibilidade da marca. Por isso, se atente aos pontos-chave citados acima e coloque em prática essa estratégia.

Ficou com alguma dúvida ou quer saber mais sobre o assunto? Fale com a gente!

InfographyaConteúdo Viral: o que é e quais são os exemplos
Leia mais

Buyer Personas: tudo o que precisa saber

Buyer Personas: tudo o que precisa saber

Buyer persona é a representação do seu cliente ideal como se fosse um personagem com todas as características e comportamentos dele. Essa é uma forma de humanizar dados do CRM, redes sociais e pesquisas de mercado que ajudarão os profissionais de marketing a elaborar estratégias para promover seus produtos e serviços da melhor forma.

InfographyaBuyer Personas: tudo o que precisa saber
Leia mais

Marketing de Influência: estratégias com influenciadores digitais

Marketing de Influência: estratégias com influenciadores digitais

Você sabe o que é o Marketing de Influência?

Essa é uma estratégia do marketing que consiste na colaboração com influenciadores digitais ou produtores de conteúdo independentes que possuem grande engajamento com seus seguidores nas mídias online.

InfographyaMarketing de Influência: estratégias com influenciadores digitais
Leia mais

Relações públicas: tudo o que precisa saber

Relações públicas: tudo o que precisa saber

Com certeza você já se deparou com o termo Relações Públicas, mas você sabe o que é?
Relações públicas ou RP faz parte da Comunicação Social e tem como objetivo definir e efetivar estratégias para a aproximação de uma organização com seu público.

InfographyaRelações públicas: tudo o que precisa saber
Leia mais

E-mail marketing: o que é e como fazer

E-mail marketing: o que é e como fazer

O e-mail marketing tem como objetivo alcançar clientes e criar um relacionamento entre a empresa e eles através de e-mails. Por meio dessa estratégia, é possível levar informação, serviços ou produtos para o seu público-alvo com conteúdo de acordo com o estágio do funil de vendas onde cada um está.

InfographyaE-mail marketing: o que é e como fazer
Leia mais

Outbound Marketing: tudo o que você precisa saber

Outbound Marketing: tudo o que você precisa saber

O objetivo do outbound marketing, ou marketing tradicional, é captar novos clientes de forma direta. Ou seja, aqui você não irá conquistar leads de forma gradativa, mas sim traçar perfis ideais e abordá-los diretamente.

InfographyaOutbound Marketing: tudo o que você precisa saber
Leia mais

O que é Marketing Digital: tudo o que você precisa saber

O que é Marketing Digital: tudo o que você precisa saber

Primeiramente, é necessário desmistificar o termo “Marketing Digital”. Na prática, existe apenas o Marketing, e usamos essas estratégias já conhecidas para canais do meio digital, por isso, a nomenclatura “digital” passou a ser utilizada.

InfographyaO que é Marketing Digital: tudo o que você precisa saber
Leia mais

Características do Marketing de Conteúdo

Características do Marketing de Conteúdo

Você sabe o que é o marketing de conteúdo?

O marketing de conteúdo é uma alternativa para atrair o público-alvo e formar uma rede de clientes e potenciais consumidores dos produtos e serviços oferecidos pela sua empresa. A iniciativa baseia-se na geração de conteúdo relevante, que apresente informações técnicas e gere valor, influenciando na percepção positiva da marca.

InfographyaCaracterísticas do Marketing de Conteúdo
Leia mais

Funil de Marketing X Funil de Vendas

Funil de Marketing X Funil de Vendas

Você sabe qual a diferença entre funil de marketing e funil de vendas?

 

Montar um funil de marketing e de vendas pode trazer mais sucesso para sua empresa na hora de captar clientes, pois é com essa organização e clareza que seus funcionários saberão como e quando agir.

InfographyaFunil de Marketing X Funil de Vendas
Leia mais

Assessoria de imprensa: O que é, por que e como fazer

Assessoria de imprensa: O que é, por que e como fazer

A assessoria de imprensa é uma das modalidades da comunicação que visa estabelecer um relacionamento entre as instituições e o público final de forma humanizada e transparente. Ou seja, é a modalidade que intermedia as relações com a imprensa, principalmente em momentos de crise.

InfographyaAssessoria de imprensa: O que é, por que e como fazer
Leia mais