Como diferenciar consultoria de mentoria

O primeiro passo para a diferenciação é o autoconhecimento da marca. Sem ele, não temos como saber no que somos bons, como podemos ajudar nosso público, quais habilidades que temos em destaque, quais nossos pontos fortes e pontos de diferenciação. É essencial também para termos a clareza dos nossos objetivos, sonhos e metas.
O segundo passo é abraçar a autenticidade da marca, buscar criar os serviços mais únicos e autênticos possíveis com a personalidade, essência e linguagem.
Os pontos de diferenciação podem ser os mais diversos, desde o método, posicionamento, identidade visual, forma de apresentar o conteúdo, bônus oferecidos e até a linguagem.

editorinfoComo diferenciar consultoria de mentoria
Leia mais

Marketing X Branding

Tanto o marketing quanto o branding são essenciais para qualquer marca, seja ela pessoal ou corporativa, mas você sabe mesmo quais são as diferenças entre os termos?
Enquanto o marketing é focado na venda, estratégias de alinhamento, captação de interesses e gerar necessidade de consumo, o branding envolve aspectos mais intangíveis, mas extremamente importantes como transmitir ideias, percepções, sentimentos, valores, mensagem, bandeiras. Tudo para agregar valor à marca.
O branding surgiu a partir do marketing porque percebeu-se que a marca, a ideia e a promessa são mais importantes do que o produto vendido.

editorinfoMarketing X Branding
Leia mais

A origem da publicidade

Você já parou para pensar como, quando e onde surgiu a publicidade?

Em 1650

A publicidade surgiu na Inglaterra. Seu objetivo principal era fazer as empresas da época venderem mais. Em média, eram publicados seis anúncios em jornais diários de Londres.

Em 1704

Foi publicado o primeiro anúncio em jornal nos Estados Unidos.

Já em 1800

A publicidade chegou no Brasil, além de anúncios imobiliários, era comum anúncios referentes à venda de escravos.

Hoje em dia

Fica claro a evolução da publicidade, seja nos meios físico ou digital.

editorinfoA origem da publicidade
Leia mais

Marketing, alcançando o público certo, no momento certo!

No marketing, quando você conhece seu público, sua estratégia fica mais fácil. Abaixo temos algumas dicas de como definir o seu:
1° Entenda o que é persona e público-alvo e qual você utilizará na sua estratégia. Público-alvo é bem amplo e é definido por faixa etária, perfil demográfico, comportamental. Enquanto a persona é um perfil semificcional, criado a partir da sua pesquisa de mercado, no qual é concedido nome, gênero, perfil comportamental e psicológico, se tem filhos ou mora com os pais, por exemplo.
2° Entenda o comportamento do seu público. Com ele é possível identificar o interesse do seu público e oferecer o que ele busca.
3° Tenha um planejamento em mente. Para atingir o público, não é necessário focar apenas nele. Antes, faça um planejamento estratégico bem elaborado para que o foco da audiência ocorra de forma correta
A partir dessas dicas, você poderá definir seu público, lembrando que ainda tem muitos outros fatores para serem estudados.

editorinfoMarketing, alcançando o público certo, no momento certo!
Leia mais

Você sabe por que a sua marca precisa de branding?

Você consegue definir os pontos positivos que o branding agrega à sua marca?
Aqui estão alguns pontos para você investir no reconhecimento da sua marca:
– Diferenciação: a partir do branding é desenvolvido uma proposta de valor e diferente do restante do mercado, vendendo não apenas o produto, mas a experiência.
– Valor agregado: quando sua marca oferece diferenciais que os concorrentes não oferecem, trabalhando bem sua comunicação, entrega além do que foi comprado, apoia causas, cria uma visão de valorização sob sua marca.
– Personalidade: desenvolvemos uma brand-persona, isto é, personificamos a marca para que as pessoas possam enxergá-las como alguém.
– Comunidade: quando sua marca representa um movimento em que é possível conectar pessoas e transformá-las em parte disso.
– Evangelização: por fim, temos o resultado da construção. O público confia tanto na sua marca que promovem e fazem marketing gratuito para outras pessoas.

editorinfoVocê sabe por que a sua marca precisa de branding?
Leia mais

Vale a pena investir em post patrocinado?

Na Era Digital, é importante que as marcam se mantenham conectadas com o público. Uma das maneiras mais eficientes é impulsionar as postagens nas redes sociais.
Quando você faz um post orgânico (sem patrocínio), nas redes sociais, menos de 5% da sua base de contatos visualiza o conteúdo. É por essa razão que a quantidade de curtidas e comentários, na maior parte das vezes, é baixa.
Para ter retorno positivo nas redes, é imprescindível utilizar o gerenciador de anúncios, que o próprio Facebook já disponibiliza. Existem três tipos comuns de performar seus posts:
1° Base Aberta: você escolhe a segmentação no gerenciador de anúncios.
2° Base Customizada: você disponibiliza, na plataforma, uma base de clientes e impacta apenas estas pessoas, é segmentada através de e-mails e telefones.
3° Base Lookalike: de acordo com uma base específica (customizada ou aberta), você consegue criar uma outra parecida para impactar novos usuários.

editorinfoVale a pena investir em post patrocinado?
Leia mais

Como produzir conteúdo de valor?

Há muitas maneiras de produzir conteúdo de valor, não é regra, mas pode te ajudar a ganhar mais visibilidade.

Conheça seu público

O foco do conteúdo está em ajudar seu público entregando uma informação que seja relevante para ele. Primeiro, é necessário conhecê-lo para depois saber o que ele precisa. Procure novidades no seu segmento, incentive, eduque o seu público.

Precisa ser parte de toda a experiência

Ter um bom conteúdo não é garantia. Todos os seus concorrentes vão ter um bom conteúdo, mas o que importa é criar experiência ao seu público. Isso acaba sendo muito mais fácil quando sua marca tem um propósito.

Crie conexões com o seu público

Primeiro, você precisa ter um ótimo posicionamento de marca para que suas ações de marketing possam seguir adiante. A estratégia de todo conteúdo deve priorizar conexões com as pessoas, muitas vezes focando em resultados rápidos.

editorinfoComo produzir conteúdo de valor?
Leia mais

Entenda as etapas do Funil de Vendas

O funil de vendas apresenta 4 etapas e nós vamos explicar tudo direitinho para você.

Atração

É o topo de funil, em que o lead é apenas um visitante nas mídias sociais e está na fase de descoberta e aprendizagem. É através de blog, postagens nas redes, sociais, e-books que ele descobrirá do que precisa.

Conversão

O lead está no reconhecimento do problema, mas não sabe como resolver. Você precisa conquistá-lo para uma futura compra utilizando: CTA, Landing Pages, por exemplo.

Oportunidade

No meio do funil, temos a oportunidade do lead fechar um negócio. Ele está pesquisando e considerando as soluções. É feita na maioria das vezes pelo atendimento da empresa.

Fidelidade

Parabéns! Agora, ele é seu cliente, mas para mantê-lo como tal precisa encantá-lo. Uma mensagem no dia do aniversário é um ótimo exemplo para fazer isso.

editorinfoEntenda as etapas do Funil de Vendas
Leia mais

Você sabe o que é geração de leads?

Geração de leads é um termo usado para descrever o início do interesse ou questão de um possível cliente em um determinado produto ou serviço de uma empresa.

Há vários métodos para a geração de leads como campanhas em redes sociais, e-mail marketing e publicidade em mecanismos de busca da internet. Muitas formas utilizam páginas de captura, formulários e podem oferecer uma recompensa gratuita em troca dos dados de contato como um e-book, cupom de desconto para a primeira compra e até mesmo um curso gratuito.

editorinfoVocê sabe o que é geração de leads?
Leia mais

Os principais pilares do marketing digital

Conforme nossa pesquisa de Marketing Digital, aqui estão seus 4 pilares:

Planejar

O planejamento é algo que deve ser levado em conta em todos os pilares do marketing, é fundamental entender sobre a empresa, o tipo de produto, o modelo de negócio e o público-alvo. Uma forma de otimizar o público-alvo é desenvolver uma Persona que é diferente do público-alvo, tem foco de enender o comportamento e rotina dos consumidores ao invés de seus dados demográficos.

Atrair

O segundo pilar é mostrar que sua marca existe e como ela pode ajudar o seu cliente. Nesta etapa é definido os objetivos, os canais e as estratégias de aquisição de mídia, tendo como objetivo criar uma base de público com a qual você possa trabalhar desejos, necessidades e finalmente convertê-los em fiéis consumidores.

Converter

O pilar de converter transforma os potenciais consumidores em clientes, através de ações de marketing que convençam os consumidores a comprar o seu produto ou serviço. Para isso, utilize sites bem desenvolvidos pensados em melhorar a experiência do usuário, de forma que ele possa realizar sua compra facilmente.

Fidelizar

Ela é feita por ações de relacionamento, normalmente por mídias mais segmentadas como e-mail marketing, facebook, twitter e instagram.

editorinfoOs principais pilares do marketing digital
Leia mais