Todos os posts com tags: "%s" dados

Entenda o termo Big Data

Entenda o termo Big Data

O termo Big Data, surgiu em 1997, e se refere ao imenso volume de dados – estruturados e não-estruturados de dados gerados a cada segundo. Esse conceito vem mudando a forma como as pessoas lidam com a informação.

O conceito de Big Data está relacionado a 5 conceitos diferentes, chamados de 5Vs: volume, velocidade, variedade, veracidade e valor.

Volume se refere ao grande volume de dados em questão. Cada vez mais as tecnologias vão desenvolvendo mecanismos para melhor atender essa grande quantidade de dados, como o Hadoop (plataforma de software em Java de computação).

Os dados fluem em uma velocidade inimaginável, devido ao grande volume de dados e de variedades.

Tudo gera dados, ou seja, a variedade é enorme, o que aumenta a complexidade e análises a serem feitas.

A veracidade é a relação do quanto aquele dado, ou seja, uma informação é verdadeira. Para isso, faz-se uso de tecnologias modernas que se utilizam de algoritmos avançados que conseguem relacionar uma grande quantidade de dados, que seria impossível aos olhos humano.

Não adianta ter um número enorme de dados e informações se eles não tiverem valor. Logo não é viável realizar todo processo Big Data, se você não questionar o valor desse dado para o seu negócio. O valor é o que torna Big Data relevante.

O Big Data pode ajudar o cliente de inúmeras formas. Pelo uso de dados, pode prever trânsitos com horas de antecedência, ou mesmo auxiliar o governo a combater crises, por meio de uso de dados de redes de celulares.

Sendo assim, Big Data é muito importante, pois o tratamento desses dados possibilita cada vez mais conhecer a necessidade do cliente, otimizar processos, reduzir custos e aumentar a produtividade das empresas.

InfographyaEntenda o termo Big Data
Leia mais

Lei de Proteção de Dados: o que muda na vida do consumidor?

Lei de Proteção de Dados: o que muda na vida do consumidor?

A Lei 13.709, conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), foi sancionada por Michel Temer em agosto de 2018 e entrará em vigor em agosto de 2020. Seu objetivo é garantir transparência aos consumidores em relação ao uso de seus dados pessoais por empresas públicas e privadas.

Sendo assim, a partir de 2020 qualquer empresa que incluir informações de seus clientes em suas bases de informações irá responder as exigências previstas na lei. As empresas que não cumprirem as novas exigências poderão chegar a pagar multas de até 50 milhões.

A lei permite que o cidadão tenha controle sobre como as suas informações são utilizadas pelas organizações, empresas e governo. A importância da proteção de dados do indivíduo é saber que seus dados não serão usados sem o seu consentimento. É o equilíbrio das assimetrias de poder entre a informação pessoal do titular dos dados e daqueles que usam e compartilham.

Esse direito à privacidade nas redes é fundamental, sem ela a liberdade de expressão fica comprometida. É o que acontece com a discriminação comercial. Lojas online, planos de saúde, aplicativos de localização, conseguem traçar a rotina do usuário e assim saber o quanto cobrar por um plano de saúde, por exemplo. Não é interessante ter os seus dados compartilhados e manipulados para fins comerciais sem autorização. Por isso, a importância da Lei de Proteção de Dados para os consumidores.

 

InfographyaLei de Proteção de Dados: o que muda na vida do consumidor?
Leia mais