Estratégias Digitais

Content Marketing para Escritórios de Advocacia

Content Marketing para Escritórios de Advocacia

Para começar a entender o Content Marketing para escritórios de advocacia, primeiramente é necessário conhecer a definição geral do termo que, traduzido para o português, significa Marketing de Conteúdo.

Trata-se da produção de conteúdos relevantes e de qualidade, cujo objetivo é gerar resultados, como o aumento de vendas, redução de custos e fidelização dos clientes.

InfographyaContent Marketing para Escritórios de Advocacia
Leia mais

Inbound Marketing: tudo o que você precisa saber

Inbound Marketing: tudo o que você precisa saber

Resumidamente, o Inbound Marketing é o conjunto de estratégias de marketing desenvolvido com o objetivo de atrair e converter clientes através de sua autoridade em determinado assunto, ou seja, através da produção e compartilhamento de conteúdos relevantes.

No Inbound Marketing a empresa utiliza as ferramentas de comunicação, como site, blog e redes sociais para atrair clientes, sem que precise localizá-los, ou melhor, sem que precise ir até eles. Isso é o que diferencia totalmente o Inbound Marketing de outras estratégias, como o Outbound Marketing. A seguir descubra como ele é feito.

InfographyaInbound Marketing: tudo o que você precisa saber
Leia mais

Marketing para advogados: O Marketing Jurídico

Marketing para advogados: O Marketing Jurídico

Se você chegou até aqui, certamente está em busca de como captar clientes para o seu escritório de advocacia usando as técnicas de Marketing para advogados. E nós vamos te ajudar!

Essa dúvida é muito comum entre os advogados. Isso porque o Código de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) limita a publicidade nesse ramo, possibilitando a atuação na internet somente com foco na produção de conteúdos e para construir relacionamentos.

Por isso, você que é advogado vai saber perfeitamente que surgem inúmeras dúvidas. E agora, como devo me posicionar? Como posso divulgar o meu trabalho? Qual a melhor forma de fazer publicidade e não ser prejudicado? Veja a seguir as principais respostas para as suas perguntas.

InfographyaMarketing para advogados: O Marketing Jurídico
Leia mais

Entenda como as ferramentas digitais podem impactar positivamente o seu negócio em meio à uma crise

Infographya_Blog-blogO mundo já mudou. De janeiro para cá vimos cidades fecharem seus comércios e confinarem seus cidadãos em suas casas. Também assistimos o fechamento de fronteiras, a suspensão de aulas, a interrupção de linhas de produção e o controle rígido de aeroportos em todo o mundo. Tudo em nome de uma guerra contra um inimigo invisível, mas que ameaça a vida de pessoas de todos os países, o Sars-CoV-2, mais conhecido como novo coronavírus.

A situação é muito delicada e bilhões de pessoas estão confinadas em suas casas para evitar o espalhamento de um vírus que já tirou a vida de mais de 13 mil pessoas. E qual é a saída para a falta de mobilidade e distanciamento social imposto?

A tecnologia! É ela que tem salvado bilhões de pessoas da solidão, levado educação para crianças que estão fora da escola e produtos e serviços para cidadãos que não podem sair às ruas.

Os avanços tecnológicos possibilitaram uma modernização das empresas. Diversos serviços foram sendo realocados para o âmbito digital, como atendimento ao cliente, prestação de serviços e compra de produtos, inclusive alimentos.

Logo, as mídias sociais são essenciais para divulgação de serviços que antes eram prestados apenas presencialmente. Veja o exemplo de bancos digitais.  Eles são a maior prova de que é possível manter as atividades comerciais sem precisar de um espaço físico ou contato pessoal.

E para quem está entrando agora no mundo do comércio digital, mesmo que forçadamente pela pandemia que enfrentamos, basta saber que simples canais, que há muito estão em nossas vidas, podem ser utilizadas para impulsionar seus negócios em tempo que o distanciamento social é a nossa maior defesa.

Portanto, use e abuse do WhatsApp, e-mail, redes sociais e telefone. Somente assim, quando a crise acabar, sua empresa continuará sendo relevante no mercado.

Quer saber como? Pergunte-nos!

InfographyaEntenda como as ferramentas digitais podem impactar positivamente o seu negócio em meio à uma crise
Leia mais

Marketing Interativo: a importância de estreitar laços com o cliente na web

Marketing Interativo: a importância de estreitar laços com o cliente na web

O Marketing Interativo trata-se de uma estratégia de negócio de marketing que visa conhecer indivíduos por meio de uma interação e a partir daí criar uma nova interação. A ideia é construir um diálogo permanente com o público. Esses diálogos proporcionam conhecer melhor os seus consumidores, e ao mesmo tempo moldar as preferências dele em relação ao produto em questão.

Com o acentuado número de informações no dias de hoje, o Marketing Interativo torna-se uma via interessante para o aperfeiçoamento das marcas e para o desenvolvimento dos produtos de um modo assertivo. A grande concorrência de mercado fez com que empresas se aprimorassem para ganharem destaque e serem as escolhidas. Hoje a proximidade é feita por meio de um clique ou um like, o que reflete em uma era marketing-interativo-colaborativo.

Bill Gates comenta que os clientes insatisfeitos são sua principal fonte de aprendizado, isso pois o mecanismo de interatividade possibilita um aperfeiçoamento a partir da opinião do cliente. Acompanhar as críticas e elogios, sugestões ou reclamações que os internautas fazem da sua empresa, cria uma referência em questão de excelência e qualidade.

Sendo assim, a tecnologia possibilita uma fluidez mútua entre o cliente e a empresa. A partir disso, o diálogo entre ambos cria espaço para uma personalização em relação a opinião do cliente ao produto. Transforma o produto em serviço e o serviço em produto.

InfographyaMarketing Interativo: a importância de estreitar laços com o cliente na web
Leia mais

Instagram cresce e supera Facebook em engajamento

Instagram cresce e supera Facebook em engajamento

Há algum tempo estamos vendo a crescente do Instagram em engajamento, usuários e postagens. A rede social, de propriedade do Facebook, já está superando em três vezes o engajamento dos usuários da proprietária.

Um levantamento da Socialbakers analisou interações de milhares de postagens de usuários e de 50 grandes marcas globalmente, entre o segundo trimestre de 2018 e o mesmo período de 2019. No período analisado, o engajamento dos usuários no Instagram foi em média três vezes maior do que no Facebook.

O Facebook ainda detém 60% do volume de investimento das marcas analisadas foi direcionado a anúncios no feed do Facebook durante o período. Outros 20% foram direcionados a posts no feed do Instagram, e o restante distribuído entre formatos como Instagram stories, vídeos sugeridos e vídeos instream no Facebook.

A forma como o algoritmo do Instagram funciona ainda é desconhecida, não existem posições claras e oficiais do Facebook sobre ela. O que sabemos é que o Instagram está priorizando conteúdos que sejam mais profundos e menos superficiais, mais autorais e menos automatizados.

Alguns estudos mostram que a função “salvar” do post contribui cada vez mais para o aumento do engajamento. Ou seja, quanto mais um post é salvo, mais pessoas conseguem visualiza-lo, para mais pessoas essa publicação é entregue.

O que não resta dúvidas é que o Instagram é a rede social do momento. Aproveite e utilize-a da melhor forma possível para interagir com o seu público.

InfographyaInstagram cresce e supera Facebook em engajamento
Leia mais

Por que sua empresa precisa de um blog?

Por que sua empresa precisa de um blog?

Na era digital, da informação, o conteúdo é uma ferramenta decisiva para atrair a atenção das pessoas para sua marca. Uma das formas de produzir conteúdo de qualidade, com profundidade, conseguindo aproveitar mais oportunidades de trabalhar diversos formatos é por meio de um blog. A seguir, listamos alguns motivos para investir em um espaço seu na internet.

E se as Redes sociais saírem do ar?

Recentemente, o Facebook e o Instagram ficaram fora do ar e apresentaram erros e falhas, deixando alerta que trabalha com social media, como nós. Você já parou para pensar que o espaço das redes sociais não é seu? Caso elas fiquem fora do ar, o seu conteúdo também ficará, o que é muito menos provável que aconteça com o seu blog. Fazendo a manutenção do seu banco de dados e mantendo o seu domínio sempre ativo no registro.br, é improvável que você fique na mão.

Invista em SEO

Um blog gera maior tráfego, melhora rankeamento nas buscas, tem o efeito de fazer as pessoas voltarem e é ideal para educar o mercado. Isso se dá por meio do Search Engine Optimization (SEO), um dos maiores fatores para obter um melhor posicionamento nos sites de busca, como o Google ou o Bing. Para ter um bom posicionamento é necessário seguir algumas regras, como o uso de palavras-chave, frases curtas, títulos (os headears 1, 2, 3, 4, 5 e 6), atributo alt e legendas em imagens, por exemplo.

Aumente a sua credibilidade

Um site é importante para manter um diálogo com o público e estabelecer um canal oficial para isso. Um blog institucional permite que estes conteúdos oficiais sejam aprofundados, uma vez que há mais espaço para desenvolvê-los. Assim, cria-se a segurança de que as informações estão vindo da fonte mais confiável possível: você.

InfographyaPor que sua empresa precisa de um blog?
Leia mais

O que são e para que servem as Landing Pages

De simples edição, as Landing Pages precisam impactar rápido. Para isso, há elementos que são essenciais em uma página de sucesso

O que são e para que servem as Landing Pages

Antes do Marketing Digital, toda página que antecedia um site era denominada Landing Page (traduzida como página de destino). Hoje, elas têm como foco principal a conversão dos visitantes. São páginas com poucos elementos e focadas apenas em um Call to Action (CTA) principal, evitando distrações e garantindo a conversão desejada.

As Landing Pages servem para dar continuidade à jornada dos clientes até a conversão, que é a compra do produto ou serviço. Geralmente, é oferecido ao usuário algum conteúdo de valor, como um e-book, ou benefício, como um desconto. Após o preenchimento do formulário com os dados do lead, o conteúdo é entregue a ele e você fica com as suas informações para manter contato até a efetivação do objetivo.

Passos para uma Landing Page de sucesso

De simples edição, as Landing Pages precisam impactar rápido. Para isso, há elementos que são essenciais em uma página de sucesso. São elas:

Título e subtítulo

Um dado divulgado pelo Copyblogger, site referência em copywriting, diz que 8 em cada 10 pessoas que chegam a uma página só leem o cabeçalho. Somente 2 em cada 10 lerão o restante da página.

Imagem

Além de uma boa imagem, o que está ilustrado precisa ajudar a vender o conteúdo de valor que você está ofertando. Tome cuidado com imagens de bancos que já foram muito usadas, pois isso pode atrapalhar a conversão.

Descrição da oferta

Em poucas palavras, impacte oferecendo detalhes curtos sobre a sua oferta e use isso para persuadir o seu futuro cliente. Use tópicos, destaque com negrito as palavras-chave, fale sobre benefícios. Simples e direto.

Formulário

Ao fazer o formulário, pense quais informações você precisa solicitar para manter contato e entender o seu lead. Fique atento aos dados que o marketing de vendas costuma coletar.

InfographyaO que são e para que servem as Landing Pages
Leia mais

Os cinco perfis do consumidor no Brasil – 2019

O consumidor passa a adotar uma relação muito mais holística, o que vem sendo concretamente refletido nas estratégias e nas vendas da indústria e do varejo brasileiro.

Segundo o mais recente estudo Estilos de Vida 2019 publicado pela Consultoria Nielsen em junho deste ano, a população do Brasil está mais negociadora (55% dos entrevistados vai direto à loja para efetuar a compra), mais conectada (64% tem um smartphone), mais saudável (57% reduziu o consumo de gordura e 56% diminuiu a ingestão de sal), mais prática (64% escolhe as marcas pelo baixo preço) e mais sustentável (42,4% está mudando seus hábitos de consumo para reduzir o impacto no meio ambiente). Tanta complexidade e multiplicidade de valores e escolhas levaram a Nielsen a criar cinco novos perfis para o consumidor brasileiro.

Consciente Pragmático

O “sabe tudo”, é aquele que segue fielmente seus hábitos e preferências. Esse perfil é predominante em indivíduos com mais de 46 anos de idade, das classes C2, D e E, e equilibradamente dividido entre homens (55%) e mulheres (45%). É geralmente o chefe do lar e, como busca uma vida estável, preocupa-se com o aumento do custo de vida e com os serviços públicos. Os meios de comunicação que mais utiliza são a TV aberta e o rádio e, mesmo que goste de ficar em casa com a família e assistir televisão em seu tempo livre, acredita que a maioria das propagandas são mentirosas. No mercado, tem um comportamento mais prático e tradicional, então faz suas compras sozinho, durante a semana e em lojas convencionais, além de adquirir sempre os mesmos produtos e marcas, mesmo que não estejam em promoção.

Equilibrista

O “negociante”, aquele que busca fazer escolhas inteligentes para conseguir consumir tudo o que quer. Esse perfil é predominantemente feminino (67%), das classes C1 e C2 e mais jovem (26 a 45 anos). Responsável pelas compras da casa, esse perfil foi bastante impactado pela crise, então preocupa-se bastante com o aumento do custo de vida e com a educação. Mesmo com o orçamento apertado, gosta de sair com os amigos e socializar. Em casa, se diverte assistindo TV e adora interagir nas redes sociais. Propagandas de rua e na internet costumam chamar a sua atenção e, na hora de comprar, gosta de olhar com atenção todos os folhetos e catálogos que recebe, além de não pensar duas vezes antes de mudar de loja para aproveitar uma boa promoção. Costuma comprar mais que o previsto e paga tudo com o cartão de crédito, mas não faz compras online. A realização profissional é o seu principal objetivo de vida.

Consciente Sonhador

O “tranquilão”, aquele que busca levar uma vida tranquila, na qual possa cuidar de si e do mundo. Predominantemente feminino (72%), esse perfil está mais presente nas classes C2, D e E. É responsável pelas compras de casa e, embora não tenha sido impactado pela crise, se preocupa com o custo de vida e a economia, mas principalmente com o meio ambiente. Esse perfil vai três vezes mais ao hortifruti que os outros, e à feira pelo menos uma vez por mês. Ele reduziu o consumo do que julga fazer mal (no caso desse grupo, especificamente cafeína, lactose e glúten), compra produtos orgânicos e faz exercícios físicos. No mercado, leva uma lista de compras e se atém à ela, além de consumir 20% menos que os demais e pagar as compras em dinheiro 90% das vezes. Além de mudar seus hábitos de consumo por causa do meio ambiente, ele está disposto a pagar mais caros por marcas sustentáveis, e tenta viver um dia de cada vez, desenvolvendo a sua espiritualidade.

Conectado

O “sempre online”, é aquele que se diverte, se comunica e passa a maior parte do seu tempo na internet. Demograficamente, esse é o mais jovem dos perfis, cuja maioria dos entrevistados possui até 25 anos de idade, está inserida nas classes B2 e C1 e sem predominância de gênero (homens e mulheres com 50%). Apesar de estar sempre online, não deixa de ir a festas, eventos culturais e de estar com os amigos. Gosta de imaginar o futuro com crescimento profissional e uma família, mas sem perder as oportunidades e vivências do presente. Consciente, pensa muito no coletivo, e suas maiores preocupações incluem o meio ambiente, o preconceito e a intolerância. Tem o mundo na palma da mão e faz tudo pelo smartphone: comunicação, conveniência, redes sociais, jogos, filmes e música. Seis em cada dez entrevistados fazem compras online todo mês. Por acompanhar seis dos nove principais meios de comunicação, propagandas perdem a relevância em todos os canais que utiliza. Esse perfil valoriza ações que criem experiência e exclusividade com produto/marca, como degustação, amostra grátis, cupons e desconto nos aplicativos.

Aspiracional

O vanguardista que busca aliar seu bem-estar próprio ao coletivo. Esse perfil tem predominância nas classes A, B1 e B2, com idade entre 26 e 45 anos e maioria feminina (64%). Tem como suas maiores preocupações o meio ambiente, educação, corrupção e preconceito, com objetivo de contribuir positivamente para a sociedade e viajar, sem abrir mão de ter uma boa carreira profissional. Está mudando seus hábitos para ser mais saudável e proteger o meio ambiente. Esse perfil consome muita informação, o que o torna mais exigente: 33% compara preços no celular enquanto está fazendo compras, 70% vê produtos e preços no aplicativo/internet antes de ir à loja, 72% gosta de comprar e experimentar novos produtos, 55% vê atentamente as informações nutricionais, 67% está disposto a pagar mais por marcas que pensam no meio ambiente e 81% gasta mais com produtos que melhoram a saúde.

A predominância do brasileiro

O Brasil é, em sua maioria, equilibrista, com 27% da população classificada nessa categoria. Em seguida, temos os aspiracionais (22%) e os consciente pragmáticos (21%), enquanto os conectados e os consciente sonhadores estão empatados com 15%. Vale lembrar que cada consumidor possui uma combinação desses perfis, embora um deles sempre predomine.

A Nielsen ouviu mais de 21 mil pessoas em 8.240 lares pesquisados. O questionário contou com 100 questões, divididas em módulos de entendimento: tempo livre e hobbies; atitude, valores e metas; meios de comunicação; hábitos de compras (antes, durante e após), e preocupações com saudabilidade.

InfographyaOs cinco perfis do consumidor no Brasil – 2019
Leia mais

Fique por dentro do vocabulário de Marketing Digital

O Marketing Digital tem seus próprios termos que são utilizados nas estratégias, processo, ação e que nem todo mundo conhece. Para entender quando ouvir uma dessas palavras, fizemos um vocabulário para que você possa entender cada vez quer ouvir uma delas.

Leads – São clientes em potencial, o público alvo da sua estratégia de Marketing. Quando você consegue atrair a atenção desse contato e ele demonstra interesse na sua empresa, você gerou um lead.

Conversão – é quando um lead efetiva a compra e vira um cliente.

Landing Pages – são criadas com objetivo de gerar conversão. Geralmente são como caixas ou páginas de diálogo que estimulam o usuário a baixar algum conteúdo relevante para ele – e pra isso você precisa utilizar argumentos rápidos e convincentes e um visual atrativo. Em troca, ele pode fornecer seus contatos, preenchendo um formulário, para ter acesso ao conteúdo, que pode ser um e-book, a participação em um webinar.

Inbound Marketing – Os e-books são muito utilizados nessa que é uma estratégia de Marketing Digital para gerar leads. Consiste em fornecer informações pertinentes e interessantes para o seu público para que ele venha até você, como por exemplo preenchendo um formulário de uma landing page para acessar o conteúdo.

Branded Content – conteúdo de marca, em tradução literal, mas não é apenas isso. O Branded Content é todo o conteúdo com qualidade e relevância, utilizado para informar e, muitas vezes entreter o público-alvo. Pode ser feito em vários formatos ou canais, como apps, no próprio site ou rede social da marca.

SEO – é a sigla para Search Engine Optimization (otimização para buscadores). São um conjunto de técnicas que melhoram o posicionamento dos seus conteúdos digitais em buscadores como o Google ou o Bing.

Ads – geralmente as mídias sociais vem acompanhada da palavra Ads, vindo de advertising, quando indicam a possibilidade de anunciar na plataforma. Exemplo: LinkedIn Ads, Google Ads e Facebook Ads.

InfographyaFique por dentro do vocabulário de Marketing Digital
Leia mais